Curiosidades: Pink Floyd - The Wall

 
Em 1979 foi apresentado ao mundo Pink Floyd - The Wall, um dos álbuns mais importantes para a história do rock e o meu favorito do Pink Floyd. Que esse álbum fez história todo mundo já sabe, mas hoje eu separei algumas curiosidades a respeito de sua produção e do filme de 82 para compartilhar com vocês.
 
Curiosidades: Pink Floyd - The Wall
 
Tudo Começou Durante a Turnê de Animals
 
Durante a turnê do álbum Animals - anterior ao The Wall - ocorreu um incidente com um fã que tentou invadir o palco do Pink Floyd num show que acontecia em Montreal, Canadá. Isso fez Roger Waters, que era o líder da banda na época, começar a se questionar sobre a razão das pessoas construírem muros para se isolarem umas das outras e após um reflexão autobiográfica e dolorosa sobre o assunto surgiu o conceito de The Wall, que em português significa literalmente "o muro".
 
A Molecada Que Cantou Na Faixa Mais Famosa do Álbum Ganhou Apenas Um Disco Como Pagamento
 
Para a música Another Brick In The Wall - Part II, Roger Waters decidiu que queria um bando de moleques cantando juntos em algum momento e para essa tarefa escalou a primeira molecada que viu em sua frente. Os garotos escolhidos estudavam em uma escola vizinha ao estúdio onde estavam sendo feitas as gravações do álbum e cada um dos garotos recebeu um exemplar do disco como pagamento assim que o mesmo foi lançado e sabe de uma coisa? Eu gostaria muito de ter sido um desses garotos!
 
Participação dos garotos a partir de 1:06
 
 
Roger Waters Escondeu Uma Mensagem Na Faixa Empty Spaces
 
Com se o estilo da banda já não fosse maluco suficiente, Roger Waters ainda decidiu fazer uma brincadeira gravando uma mensagem escondida na faixa Empty Spaces. Ao ser tocada de trás para frente (claro) você pode ouvir algo parecido com:
 
-Parabéns, você descobriu a mensagem secreta. Por favor envie sua resposta à Old Pink, aos cuidados da fazenda engraçada, Chalfont...
-Roger, Caroline no telefone!
-Ok.
 
Eu disse que havia uma mensagem escondida e não que ela fazia sentido!
 


O Metallica Pegou Emprestado o Maestro de The Wall
 
O responsável pelos arranjos orquestrais do álbum foi um sujeito chamado Michael Kamen, que além de trabalhar com o Pink Floyd em outras ocasiões como The Final Cut e The Division Bell, também dirigiu a orquestra que acompanhou o Metallica no álbum S&M (Simphony & Metallica).
 
O Primeiro Show Promocional de The Wall Sofreu Um Atraso
 
Após o longo e exaustivo processo de se gravar um álbum como The Wall, a banda se preparou para realizar o primeiro show de sua nova turnê em Fevereiro de 1980. Como já era de costume, a banda preparou um show especial cheio de efeitos visuais e performances teatrais e quando finalmente foram mostrar isso ao público pela primeira vez, os fogos de artifício atearam fogo em algumas cortinas do palco, o que acabou fazendo o show atrasar. 
 
Bob Geldof Deu Um Fora Monstruoso
Em 1982 seria lançado um filme baseado em The Wall estrelando Bob Geldof no papel principal.
Enquanto estava em um táxi, Bob conversava com seu empresário a respeito de seu papel no filme e afirmou com todas as letras que "O Pink Floyd é uma merda". Até aí tudo bem, apenas a opinião pessoal de um cara qualquer. O problema é que o motorista do táxi era irmão de Roger Waters e esse detalhe só foi informado a Bob posteriormente pelo próprio Roger Waters durante uma conversa entre os dois. Que mancada, Bob!
 
Bob Geldof Passou a Gostar das Músicas do Pink Floyd Após Seu Trabalho no Filme
 
Diz a lenda que o envolvimento emocional de Bob com seu personagem no filme o marcou tanto que sua relação com as músicas da banda devido a suas letras mudou depois disso, o transformando em um novo fã.
 
Há Uma Referência A The Dark Side Of The Moon no Filme de 1982
 
Ainda sobre o filme, em determinado momento um professor toma o caderno de Pink, o personagem principal, e lê para a classe toda um poema escrito pelo aluno. O trecho lido nada mais é do que um trecho da música Money, do álbum The Dark Side of The Moon.
Referência a parti de 2:16
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Veja Também

Nenhum comentário:

Postar um comentário