A Ausência de Fórmulas Torna Story Indispensável Para Qualquer Contador de Histórias

Robert McKee é um conhecido professor de escrita criativa. Ministra suas palestras e seminários pelo mundo todo. Sua história pessoal passa por anos trabalhando como avaliador de estórias para estúdios de cinema.
Seu aclamado Story, compila o conteúdo do famoso seminário que influenciou roteiristas, produtores e diretores de muitos filmes consagrados.
Logo nas primeiras páginas o autor deixa claro: nada de fórmulas caça-níquel de como se escrever um roteiro milionário ou se tornar um escritor de sucesso. Ao invés disso, o que temos aqui são princípios que se mostraram valorosos para muitos roteiristas.
O livro possui um foco técnico e prático voltado para a produção de roteiros cinematográficos mas, afirmo sem medo que todo e qualquer escritor que intenciona contar alguma história deveria dedicar algumas horas de leitura para conhecer os conselhos do experiente mestre McKee, já que grande parte deles se aplicam com facilidade a qualquer tipo de escrita criativa.
O livro também possui um forte apelo para os amantes do cinema, sobretudo aqueles que gostam de resenhar filmes. Os conceitos de McKee muitas vezes são apresentados com exemplos de cenas icônicas do cinema, e a filmografia citada ocupa quarenta páginas no final do livro.
Com exemplos do que se deve ou não fazer durante a composição de um roteiro, McKee conquista seu lugar ao lado de alguns dos mais brilhantes professores que já tive, servindo como um enorme apanhado de conselhos práticos e, as vezes técnicos, capazes de enriquecer o processo criativo de qualquer escritor determinado a testar seus conselhos.
No Brasil, Story foi publicado pela editora Arte e Letra. Não existe versão digital do livro em português e, até o momento em que este texto foi escrito, não obtive nenhum resposta da editora a respeito de sua posição em relação a esse tipo de publicação.
Como leitor, eu sou um adepto dos ebooks, sempre preferindo ler em meu Kindle. Apesar de me sentir desrespeitado como consumidor por não ter a opção de ler um livro tão indispensável em meu e-reader, acredito que a qualidade do trabalho de Robert McKee superou a minha frustração de ser forçado a ler a versão física do mesmo.
Para os mais familiarizado com o Inglês, há a versão digital disponível na Amazon.

Nota: 5/5

ATUALIZAÇÃO 07/01/2015 - Recebi uma mensagem pelo facebook da editora Arte & Letra informando que esse ano eles começarão a trabalhar com livros digitais. Fico na torcida para que isso seja verdade.


Veja Também

Nenhum comentário:

Postar um comentário